AINDA A NOVELA DOS PNEUS

  A novela envolvendo o fornecimento de pneus para o Mundial de F-1 a partir de 2011 tem dado mais voltas do que os compostos de borracha pelas pistas do circo. Parecia que tudo estava encaminhado para um “duelo” entre Michelin e Avon – a bem da verdade, uma espécie de leilão, já que Bernie Ecclestone e os dirigentes das equipes querem o máximo pagando o mínimo. Assim, era o caso de pôr as propostas na mesa e pesar qual delas seria a mais interessante, tanto do ponto de vista técnico (menos) quanto do financeiro (mais). Os franceses já estiveram na categoria, não teriam qualquer dificuldade para desenvolver produtos confiáveis e têm uma estrutura gigantesca de publicidade e marketing. Pelo lado dos ingleses, que agora fazem parte do grupo norte-americano Cooper Tyres e, para quem não sabe, fornecem pneus para inúmeras categorias de acesso (F-3 inglesa, a extinta A1 GP, entre outras), pesariam os custos mais razoáveis. A Pirelli, embora interessada, parecia pensar apenas em 2012. Parecia, pois agora promete apresentar, também ela, seu dossiê de candidatura, no GP da Espanha, dia 9. Os italianos já monopolizam o fornecimento de pneus no Mundial de Rali, na GP3 e, com vasta tradição em competições, também não teriam grandes problemas em assumir a tarefa. O que vai dar dessa novela? Pelo visto, só depois da etapa em Barcelona se saberá o que vai girar nas rodas dos carros da F-1…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s