Autódromo internacional em Minas – parte 3 (os detalhes)

Publicada na versão impressa do Estado de Minas, reproduzida no blog. Aqui estão os detalhes do projeto que se propõe, com boas perspectivas, a criar o primeiro autódromo internacional de Minas, em Curvelo, a 170 quilômetros de Belo Horizonte. O leitor vai notar que a postura é bastante cautelosa e de pés no chão, para que as coisas saiam efetivamente do papel – e o valor para a primeira fase das obras é bastante razoável diante do que se anda falando por aí em tempos de Copa e Olimpíada. Tudo está sendo feito da melhor maneira possível para que o que hoje é um grande pedaço de terra às margens da BR-135 se torne um centro de emoção e velocidade. O blog apoia, torce e se propõe a dar notícias assim que elas vierem – diante de perspectivas tão positivas, parece difícil alguém não acreditar e plantar para colher os frutos à frente. Complicado constatar que, em pleno momento econômico positivo, não dispomos de uma arena capaz de receber provas da Moto GP ou das Superbikes (Interlagos tem uma série de limitações para as duas rodas…)

Sonho para

sair do papel

Rodrigo Gini

    “Se nós juntássemos todas as pedras fundamentais de lançamentos de

autódromo em Minas, já teríamos construído a pista”. A frase é de um dos

mais destacados pilotos do estado, Toninho da Matta, e espelha a dificul-

dade para tirar do papel os vários projetos e dotar o esporte mineiro de um

espaço apto a receber categorias internacionais e à altura da tradição de nos-

sos representantes em categorias nacionais e internacionais. Não faltaram

circuitos de primeiro mundo, instalações de cair o queixo, com um proble-

ma: nunca deixaram as telas dos computadores para se tornar realidade.

    Um cenário que pode mudar graças a um grupo de aficionados que apren-

deu com os erros do passado e pretende ocupar uma lacuna que hoje não é

apenas regional. Falta, no Brasil, um complexo com homologação das feder-

ações internacionais de Automobilismo (FIA) e Motociclismo (FIM), em

condições de receber provas das Superbikes, da Moto GP e que seja alterna-

tiva a Interlagos.

    Sem grande publicidade, mas um intenso trabalho de bastidores que

inclui o estudo dos projetos de circuitos como Sakhir, no Barein, Portimão,

em Portugal, Buddh, na Índia e Dubai, os integrantes do Moto Clube 273

identificaram em Curvelo, região Central do estado, a 170 quilômetros de

Belo Horizonte, o local ideal para a construção de um empreendimento do

gênero e as condições adequadas para tirá-lo do papel: um terreno de dois

milhões de metros quadrados (o dobro da área do oval de Indianápolis), no quilômetro 608 da BR-135, que liga a capital a Montes Claros e à Bahia. Uma pro-

priedade particular (de um empresário interessado em participar da inicia-

tiva) que respeita todo o tipo de exigência ambiental e permite sonhar

longe, já que acolheria, sem dificuldades, um circuito misto, um oval, pistas

de kart e motocross, além de um polo industrial, hoteis, condomínio, arena

para shows e exposições e mesmo quadras esportivas, escolas e hospitais.

     Aí reside o grande diferencial do projeto em relação aos anteriores: se não

faltam ideias para dotar a região de um espaço único no país, a ideia é

começar de forma modesta e proporcionar um efeito “bola de neve”, com as

etapas se sucedendo e novos investidores e parceiros se agregando. De acor-

do com os primeiros estudos, bastariam R$ 15 milhões (pouco mais de 10%

do que foi gasto na reformulação do Estádio Independência, por exemplo)

para ter o circuito misto em condição de receber corridas e uma pista de

motocross também homologada. Uma estrutura que poderia ser aproveita-

da também com cursos de pilotagem e eventos de montadoras.

     Como todos as precauções estão sendo tomadas para que o projeto se

concretize, ainda não há um traçado desenhado, mas até neste aspecto a ini-

ciativa traz uma inovação. A ideia é ouvir opiniões de pilotos e ex-pilotos –

um grupo deles, entre os quais Rafa Matos, Clemente Jr. e o campeão de

motocross Jorge Balbi Jr. deve visitar o terreno sexta-feira para opinar e sug-

erir. A missão de dar formas ao sonho será do arquiteto Humberto

Anastasia, apaixonado por automobilismo, respeitando os cadernos de

encargos da FIA e da FIM.

Protocolo

     “Há uma grande demanda por um empreendimento do gênero em Minas

e Curvelo acolheu a ideia de braços abertos. O único obstáculo ao sucesso da

iniciativa seria a economia brasileira entrar em um momento negativo a

médio prazo, algo bastante improvável, já que o país é a bola da vez no

cenário internacional. Procuramos estudar o que se fez de melhor pelo

mundo, temos uma localização geográfica privilegiada e um terreno que

nos permite trabalhar sem restrições e expandir o complexo o quanto quis-

ermos. Mesmo sem divulgá-lo oficialmente, fomos procurados por várias

empresas e investidores que enxergaram o potencial e querem conversar.

   

    Agora que os primeiros passos foram dados, a tendência é o interesse se

multiplicar e rapidamente as etapas se sucederem”, explica o presidente do

Moto Clube 273, Flávio Bergmann, que agrega sua experiência na assessoria

de imprensa e cobertura dos principais campeonatos brasileiros sobre duas

e quatro rodas.

     Na sexta-feira ele assinou um protocolo de intenções com a prefeitura,

que se compromete a incentivar e dar sua chancela ao projeto, com impacto

estimado em 500 mil pessoas da cidade e dos municípios do entorno. As ver-

bas públicas diretas, no entanto, serão minoria no financiamento das obras,

já que o Moto Clube se valerá da Lei Federal de Incentivo ao Esporte para

captar recursos. “Não queremos que o poder público gaste um centavo, mas

conceda incentivos fiscais ao empreendimento e às empresas que aqui se

instalarem, além de colaborar dentro de suas possibilidades”.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s