E os Linea da defunta Copa Fiat, para onde vão?

Entendo as decisões econômicas que levam montadoras gigantescas a suspender patrocínios e apoio ao esporte em tempos de crise, mas, diante de duas situações distintas, fica a pergunta: se os 206 e 207 da defunta Copa Peugeot de rali vão engordar os grids do Brasileiro e dos regionais, mesmo porque estão homologados para tal, qual será o futuro dos vinte e tantos Lineas da Copa Fiat? Carros montados pela Metal Moro com cuidado e esmero, motores turbo e câmbio sequencial Sadev, e que ainda ganharam um tapa no visual no começo de 2012? Qual o destino de motores, peças de reposição e dos próprios carros, que não se encaixam no regulamento de nenhuma outra categoria a não ser a Endurance? O perigo é que muitas vezes o destino deste tipo de equipamento costuma ser a prensa, ou o lixo, e lugar de carro de corrida é na pista, não empoeirando na garagem. A RM Eventos, que organizava o certame, apadrinhado por Felipe Massa, confirmou a morte do evento (segue apenas a R1000GP, com as motos Yamaha). E então, Fiat? E então, RM?

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s