Uma justa homenagem…

Passou praticamente despercebida a morte, no começo da semana, do cubano radicado nos EUA Ralph Sánchez. E mais do que qualquer coisa que eu possa dizer sobre a importância do empresário para o automobilismo, melhor tomar emprestadas as palavras de alguém que ganhou uma segunda juventude nas pistas graças à insistência deste senhor. Um certo Emerson Fittipaldi, de quem eu reproduzo o depoimento certamente emocionado. Basta ler até o fim para ter a exata noção do que fez Sánchez, e do que poderia não ter ocorrido não fosse ele…

Querido Ralph,

Em 1983 você ligava insistentemente para o meu escritório em SP me convidando para pilotar o protótipo March Chevrolet – Spirit of Miami, o carro para o Grand Prix de Miami naquele ano, no Biscayne Blvd. – Bay Side Marina, um circuito de rua.

Minha resposta foi sempre “não, muito obrigado pelo convite mas já me aposentei, não voltarei a um cockpit”.

Passavam-se alguns dias, outra vez Ralph Sanchez ligando de Miami para me convidar mais uma vez. Minha secretária passava a mensagem e como você sempre foi um verdadeiro gentleman, super educado, eu atendia o telefone e você, com sua persistência e insistência tentava me convencer.

Você venceu, você me convenceu. Você sabe que nasceu vencedor em tudo o que fez!

Foi a primeira vez que fui a Miami. Você me hospedou no hotel Alexander em Miami Beach. Adorei!

O Spirit of Miami me esperava em Palm Beach. Em meu primeiro teste o acelerador travou e caí na lagoa – fiquei com medo que um crocodilo me pegasse.

Conheci o querido Tony Garcia, meu co-piloto, e Jim Bell, chefe da equipe. Adorei estar de volta num cockpit pole position. Liderando quebrou o câmbio. Quase ganhamos, competindo com equipes oficiais de fábrica. Foi espetacular!

Você conseguiu montar uma equipe pequena mas muito competente e motivada. Por esse resultado na segunda-feira seguinte recebi um convite para correr nas 500 Milhas de Indianápolis.

Graças à você realizei um sonho que sempre tive: participar da Indy 500.

Graças à você mudei-me com minha família para Miami.

Graças à você conquistei 2 vitórias na Indy 500.

Graças à você fui campeão da Indy.

Graças à você tive uma nova careira esportiva.

Graças à você veio depois de mim uma nova turma de brasileiros e latino americanos para correr nos EUA.

Graças à você meu neto Pietro, que nasceu em Miami, já ganhou em Hickory um campeonato da NASCAR.

Graças à você ele está indo para a Europa tentar fórmula.

Graças à você, com seu esforço, o automobilismo da Flórida, dos EUA, desenvolveu-se e prosperou.

Graças à você, ao seu trabalho e ao seu esforço, Miami tem hoje um lindo autódromo: Homestead.

Ralph, estivemos reunidos muitas vezes em um breakfast para homens cristãos em Coconut Groove. Você tinha muita fé em Deus e em Cristo.

Ralph, muito obrigado por tudo o que você fez por mim, por minha família e pelo automobilismo. Você fez muito mais do que imaginava. Você mudou a minha vida e a de muitas outras pessoas.

Tenho certeza de que você aí em cima e de que um dia nos encontraremos novamente.

Ralph, um grande abraço do amigo de sempre,

Emerson

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s