Uma fagulha elétrica: eis o carro da Fórmula E

Gastei um tempinho procurando, até encontrar, em 8 de março de 2011 o primeiro post do blog sobre o Formulec EF01, primeiro monoposto com propulsão 100% elétrica, que serviu de inspiração para que a FIA criasse, ano passado, a primeira categoria exclusivamente verde – a Fórmula E, que será disputada apenas em circuitos de rua nas grandes cidades do mundo (e o Rio foi apontado como o local da primeira prova, ano que vem).A iniciativa logo envolveu parceiros de peso, como a ART Grand Prix, a estrutura de Nicholas Todt e Frederic Vasseur, que estende seus tentáculos do kart à F-1 (Felipe Massa, Pastor Maldonado, Jules Bianchi…) e o megaempresário espanhol Alejandro Agag, que tentou, sem sucesso montar uma equipe espanhola na F-1 – escapou a tempo da aventura da Hispania.

Faltava definir o projeto final dos monopostos e, embora o trabalho da Formulec tenha ajudado, e muito, o monoposto ganhou outras formas, mais agressivas e simpáticas, e propulsão… Renault. Sim, não satisfeita em ganhar tudo e mais um pouco com seu V8 2.400cc a gasolina, a montadora francesa confirmou que vai se responsabilizar pela propulsão das 42 (sim, 42) máquinas. E Lucas di Grassi não é modelo da foto sem razão, já que foi apontado como responsável pelo desenvolvimento do Spark Renault. O que era apenas uma ideia maluca se tornou realidade…

Se este é o futuro (8/3/11)

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s