Caso de polícia na Nascar – parte II

Num post do último dia 20, o blog contou a história que mais parece de filme de faroeste envolvendo dois pilotos das categorias de acesso da Nascar, Jennifer Jo Cobb e Mark Harmon, ambos atualmente na Camping World Truck Series. Ocorre que o segundo chegou a ser chefe de equipe da primeira, e foi acusado por ela de roubar da garagem de sua oficina o caminhão usado para transportar o equipamento pelos EUA afora. Harmon respondeu pelo Twitter dizendo que “nunca havia roubado sequer um chiclete”, mas agora está em maus lençóis com as autoridades e, até provar uma possível razão na disputa, terá dias complicados pela frente. Segundo o site Italiaracing, investigadores encontraram com Harmon não uma, mas cinco carretas, além de dois carros da Nationwide Series que pertenceriam a Ms.Cobb, ou JJC, como também é conhecida. Ele mantém sua versão, e diz que se apropriou do material apenas como garantia para receber o dinheiro que a “colega” lhe deve. Argumenta que foi enganado por JJC e um terceiro sócio da escuderia, à época namorado da piloto. Harmon está solto sob condicional e agora é saber como o bang-bang no melhor estilo norte-americano vai terminar. Quando a gente acha que já viu de tudo…

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s