Felipe Massa salvou… Max Chilton…

Notícia interessante a gente reproduz e dá o crédito, que eu já tive a chance de dizer que o objetivo do blog não é sempre de dar furos, algo cada vez mais improvável nestes tempos de informação imediata. Pois o site Italiaracing destaca que o britânico Max Chilton, da Marussia, também passou por maus bocados no GP da Alemanha – seu companheiro Jules Bianchi viu o carro descer a pista descontrolado e sem piloto – ao ser atingido por uma pedra lançada por uma das Lotus que o superou como retardatário.

E bem lembra o artigo que Chilton foi salvo por Felipe Massa. Não no sentido literal, mas no figurado. Foi a mola que voou da Brawn de Rubens Barrichello e atingiu o brasileiro no treino oficial para o GP da Hungria de 2009, dilacerando o capacete e a viseira, que levou a FIA a adotar a calota de Zylon, a fibra sintética ainda mais resistente que o Kevlar. Teve gente que não gostou no início, achou que poluia o visual, mas está mais do que provada sua eficiência…

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s