“”A Cursa”” vive, viva “”A Cursa””

Ela mudou as características – de prova de endurance em um circuito aberto em torno de Palermo, o “Piccolo circuito delle Madonie”, transformou-se num rali válido pelo Campeonato Italiano, por questões de segurança e para se adaptar aos novos tempos. Quase morreu de inanição prestes a completar sua 97ª edição mas, como patrimônio imemorial do automobilismo, foi salva aos 45 minutos do segundo tempo pela Csai, a confederação italiana. Caso você nunca tenha ouvido falar, seja bem-vindo à Targa Florio, fruto da mente inovadora do conde Vincenzo Florio, que se tornou motivo de orgulho para os sicilianos e sinônimo de evento que resiste – é a mais antiga prova do automobilismo mundial ainda disputada, e quer chegar ao centenário mais forte que nunca.

Sim, não estamos nos tempos em que pilotos com uma leve tendência à loucura como Helmut Marko (sim, ele), Nanni Galli, Andrea de Adamich, Vic Elford, Arturo Merzario, Gijs van Lennep, Graham Hill, Ricardo Rodríguez ou o local Ninni Vaccarella, que ganhou o carinhoso apelido de “professor voador”, por conta da profissão que exercia, rasgavam pelas estradas sicilianas desafiando a morte, obrigados a “decorar” um traçado de 72 quilômetros que representava, para as quatro rodas, o que a Ilha de Man é para as duas. Foram 18 anos valendo pelo Mundial de Endurance e a volta sob o novo formato, mas mantendo o vínculo com a história e a tradição. Ano passado, com validade pelo extinto IRC, a prova acabou manchada pela estúpida morte do navegador inglês Gareth Roberts, que atingiu um guard-rail que bem podia estar isolado, ou sinalizado, mas estava escondido por um caminhão.

Mas não foi isso o que ameaçou a sobrevivência d’A Cursa, como é conhecida a corrida no dialeto local. O Automóvel Clube Palermo, afundado em dívidas e sem poder contar com a subvenção pública, havia jogado a toalha. Foi quando a Csai entrou em ação e, com Vacarella, aos 80 anos, como presidente do comitê organizador, confirmou a 97ª edição na marra. Ela foi reduzida para um dia, o domingo (amanhã  haverá a tradicional largada promocional na Praça Politeama), mas vai acontecer, rumo ao centenário. Já que “A Cursa” vive, viva “A Cursa”. Só para você ter uma ideia, veja como Campofelice, centro nervoso da prova, se embelezou para receber a Targa. Sensacional…

../wp-content/uploads/sextamarcha/cartolina_campofelice.jpg

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s