Agenda quase sem agenda, mas com notícia boa…

Impressionante como o clima quente e o número até razoável de categorias no cenário do automobilismo verde e amarelo – e aí o problema não é de opção, mas de base, de formação, de preocupação com o caminho a seguir, especialmente para quem sonha com um futuro em categorias de monopostos – proporciona situações como a de chegarmos à semana do Natal com corrida no calendário. A rodada dupla que decidirá o campeão da Sprint Race, a categoria que surgiu como uma Super Clio brasileira, para ser integrada ao pacote da F-Renault e da Copa Clio, nos bons tempos, e que manteve as características, apesar da tentativa de fugir de qualquer vínculo com a montadora francesa. E que movimentará Interlagos em pleno 22 de dezembro.

Não chega a ser o caso de montar uma agendinha como sempre é o caso por estas bandas, mesmo porque o evento é um só. Mas aproveito a ocasião para falar de duas notícias boas, que mostram que nem tudo está perdido. A primeira diz respeito ao Brazil Open de F-3, de 16 a 19 de janeiro. O simples fato de o evento permanecer no calendário pelo quarto ano já é, em si, uma vitória, levando-se em conta que ano passado apenas seis carros alinharam, apesar do esforço do idealizador, Roberto Mourão, piloto de turismo dos bons das Minas Gerais. Os problemas com os pneus de 2012 parecem estar resolvidos; as equipes conseguiram conter custos e apresentar pacotes interessantes e já é possível contar sete inscritos, com pelo menos quatro ou cinco pilotos em negociação, e a perspectiva que sempre existe da vinda de europeus e norte-americanos. Carros nas oficinas não faltam, são quase 30, é uma questão de acreditar. E aí é uma pena que não se faça mais os 500km de Interlagos, ou mesmo as Mil Milhas, que poderiam formar uma dobradinha sensacional. Mas, uma coisa de cada vez.

A outra boa notícia diz respeito ao Autódromo Internacional de Curvelo, projeto amplamente comentado, mostrado e apresentado no blog. Que avança silenciosamente, agora que se tornou iniciativa apoiada oficialmente (e considerada prioritária) pelo governo do estado. E por não ter compromisso (ainda) com qualquer categoria, pode se transformar em realidade sem atropelos. Talvez seja um dos bons presentes que 2014 nos reserva, e tomara que seja mesmo, diante de um 2013 que deu tão poucos motivos para satisfação a quem tem gasolina nas veias…

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s