Um autódromo que faz a luz…

Enquanto no Brasil a administração e o surgimento de novos autódromos são praticamente tabus, longe daqui há quem consiga enxergar formas de manter os números no azul mesmo não tendo corridas ou eventos todos os dias. Falo do trioval mais conhecido do planeta, o “Tricky Triangle”, como é conhecida a pista de Pocono, em Long Pond, na Pensilvânia. Que, aliás, ficou por 25 anos vivendo apenas da Nascar e, ano passado, voltou a receber a Indy – não dá para esquecer as vitórias de Mario Andretti na década de 1980 e os tempos de Rick Mears, Al Unser Jr. e Emerson Fittipaldi.

Pois longe de administrar um elefante branco, um mundo de asfalto e concreto, os donos da pista encontraram uma forma sensacional de criar renda, ainda mais de um jeito ecologicamente responsável. Como ao lado do circuito há longas extensões desabitadas, que também integram o complexo, foram montadas 39.960 placas fotovoltaicas, capazes de transformar a luz solar em eletricidade. E quatro anos depois da iniciativa, comemoram a marca de 15 milhões de Kilowatts gerados. Quer saber o que isso significa? É energia para iluminar 86 mil lâmpadas de 60w oito horas por dia, durante um ano, ou salvar 270 mil árvores da derrubada. E dá dinheiro. Talvez seja uma boa ideia para as nossas pistas, onde espaço não falta, e sol muito menos…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s