Ruim para a Lotus, bom para a Williams…

As coisas realmente parecem não andar bem pelos lados de Enstone, onde está a sede da Lotus (o time de Fórmula 1, que fique bem entendido). Na semana passada a escuderia já havia perdido um parceiro importante, a Unilever, por meio da marca Rexona (ou Sure, de acordo com os mercados). Parceiro este que se mudou de malas e bagagens para a Williams, que tem aparecido muito mais, e nas primeiras posições. Williams que deve perder o Banco do Brasil, patrocínio levado por Felipe Nasr, mas mantém Martini, Petrobras, Experian, Randstad e Genworth.

Pois eis que hoje o time de Felipe Massa e Valtteri Bottas revelou parceria com outro ex-patrocinador da Lotus, a Avanade. Que vem a ser um conglomerado de serviços na internet e soluções empresariais, fruto da parceria entre Microsoft e Accenture; ou seja, peixe grande. Os mais detalhistas vão se lembrar que a marca ocupava as laterais da proteção do cockpit do E22. Atual proprietário da Lotus, o grupo Genii sempre deixou claro que pretendia levar parceiros e alavancar novos negócios por meio da F-1, mas o que se vê são marcas saindo e apenas duas firmes no barco: Total e PDVSA; respectivamente parceiras de Romain Grosjean e Pastor Maldonado. Com o dinheiro a menos nos cofres pela fraca campanha este ano e a despesa a mais para trocar a Renault pela Mercedes, as coisas prometem continuar difíceis para a turma de preto e dourado…

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s