Agora o WRC vai…

yaris fiesta

Dizer que o Mundial de Rally (WRC) não tem apelo entre os amantes do automobilismo é uma mentira sem tamanho – as provas encurtaram  nas últimas décadas, sua majestade, Sebastien I, se aposentou, e a competição continua gerando disputas e imagens sensacionais. Quanto a transformar isso em retorno publicitário e dinheiro, é outra história. Um rally que se preze dura dois ou três dias, envolve largada promocional, shakedown, levantamento, não é um esporte para transmissão ao vivo, e nem deve se tornar – olha que teve gente com a proposta de pegar todas as especiais como uma grande classificatória e decidir tudo nos últimos quilômetros do último dia para ficar bem na TV, o que seria um absurdo sem tamanho.

Eis que, há dois anos, o promotor encarregado pela FIA de organizar o espetáculo passou a ser o… WRC Promoter, que nada mais é do que uma divisão do grupo Red Bull. Logo se imaginou que toda a estrutura do gigante austríaco seria usada para tornar o produto ainda mais espetacular do que sempre foi, mesmo para quem não está na beira da estrada. De início a coisa demorou a decolar, as ideias do alemão Oliver Ciesla são as melhores possíveis, mas o pacote chegou a andar para trás. A ponto de o site oficial piorar e ficar menos interativo e acessível.

Mas eis que estamos às vésperas de uma grande revolução no esporte – no ano que vem os carros terão formas e desenho ainda mais agressivo, apoios aerodinâmicos à vontade e quase 400cv espremidos dos motores 1.600cc turbo (como você pode ver nas fotos). Para completar a festa, a Toyota e a Citroën estão de volta, ainda que a saída da VW tenha tirado um pouquinho do brilho. Mas acabou levando sua majestade Sebastien II a migrar para a Ford, que volta a ficar bem na fita.

Pois eis que hoje a Red Bull confirmou que o campeonato de 2017 será exibido pelo seu canal de TV (que poderá ser acessado no YouTube, no site do touro vermelho, por aplicativo e no próprio site do WRC) GRÁTIS. Calma, não é de se esperar uma maratona de rali com horas e mais horas de transmissões ininterruptas. Às sextas-feiras, será apresentado um especial com até meia hora de duração. No sábado, uma especial será transmitida na íntegra, com direito a imagens onboard, além do programa com os highlights. E domingo serão outros 40 minutos fechando a cobertura, que ainda terá uma série de features e reportagens especiais nos períodos entre as etapas.

Se será apenas uma forma de adoçar a boca de nós, espectadores, para vir com a fatura a partir de 2018, é outra história. O importante é que, ao menos ao longo de todo o ano que vem, estará disponível a quem quiser, na hora que quiser, absolutamente grátis. Felizmente não estamos nos tempos de Max Mosley à frente da FIA, já que o inglês, devidamente influenciado pelo parceiro Bernie Ecclestone, nem podia pensar em nada que pudesse concorrer com a F-1. Não é o caso de brigar por audiência, mas sim de trazer mais uma ótima opção. Vá preparando o sofá, porque em breve vai voar neve na sala…

https://www.redbullcontentpool.com/embed/video/58516772cd0cd482e7ff2a1c

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s