Uma corrida virtual pra valer

c0mmxqjwgaancq_-jpg-large

Se há uma coisa de que não é possível acusar os organizadores da Fórmula E, a primeira categoria do automobilismo movida 100% a eletricidade, é de falta de iniciativa e esforços para animar o espetáculo. Se os carros ainda não são rápidos o suficiente, a ideia de acelerá-los em pistas de rua de grandes metrópoles do planeta e contar com um grid que não dá inveja ao de quase nenhum outro campeonato vem se mostrando um sucesso, o que não quer dizer que Alejandro Agag e seus comandados preferiram deitar em berço esplêndido. Muito ao contrário, aliás.

A última prova de 2016, por exemplo, foi realizada em conjunto com a COP20, a conferência das Nações Unidas para as mudanças climáticas, em Marrakech (Marrocos), o que reforçou o aspecto ambiental, muito embora a poluição provocada pelo combustível fóssil nas pistas seja traço diante do que se gasta de forma irresponsável nas ruas e estradas do mundo. E agora Agag e sua turma se preparam para atacar outro nicho valorizado: o da tecnologia e de suas grandes marcas. Com vocês, o eRace de Las Vegas.

Não, os monopostos Dallara Spark SRT01 não vão ganhar as ruas da capital do jogo como fizeram F-1 e Indy, ao menos concretamente. Mas elas serão palco da primeira prova virtual da história da categoria, com um formato e uma premiação mais do que reais (e atrativos). O que fizeram as cabeças pensantes da competição? Resolveram juntar aos pilotos habituais do campeonato algumas das principais feras dos games de corrida nos simuladores habitualmente usados para preparação. Como são 30 inscritos e 20 “vagas”, uma primeira prova de qualificação vai determinar quem se junta aos 10 mais rápidos na grande final, com formato idêntico ao da corrida “verdadeira”. Na linha de chegada, um nada desprezável prêmio de US$ 200 mil ao vencedor.

Que pode ser Nelsinho Piquet, Lucas di Grassi, Sebastien Buemi, Nicolas Prost… mas também Aleksi Uusi-Jaakkola, Enzo Bonito, Bono Huis ou Graham Carroll, apenas para citar alguns dos forasteiros. E todos com macacão, capacete, e time definido (ah, tem Fan Boost como de costume também). O palco serão os pavilhões da CES – Consumer Electronics Show, a mais famosa feira de tecnologia doméstica, dia 7. Com direito a transmissão ao vivo pela Twitch.tv. Corrida virtual, real ou uma mistura? Difícil responder, mas tem tudo para marcar história…

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s