Homenagem ao mais novo aposentado da praça

Como nos Estados Unidos se aposentar ainda é mais fácil do que será por estas bandas, um dos grandes nomes da geração atual da Nascar confirmou que vai pendurar o capacete e o macacão no fim da temporada. Brincadeiras à parte, Dale Earnhardt Jr. resolveu se juntar a Jeff Gordon como parte do time que vai viver o automobilismo do lado de fora da pista – no seu caso, como dono de equipe, ao fim do atual campeonato. Lógico que o grave acidente no superspeedway de Michigan, ano passado, com uma concussão cerebral séria, assim como a vida de recém-casado, pesaram na decisão.

Tem gente que não vê nele isso tudo, mas, convenhamos que não é simples crescer à sombra de um dos nomes mais lendários da história da categoria, tanto mais que o pai, “The Intimidator” Dale Earnhardt não está mais aqui para dividir a carga – se foi na mesma Daytona que, por muitos anos, insistiu em não se render à sua pilotagem.

E talvez Junior tenha pago o preço de ser menos duro do que o pai nas disputas de pista, não carregar nenhum tipo de imagem de bad boy ou  não merecer vaias nos ovais como vários rivais já receberam. Tanto que, ano após ano, é um dos mais queridos pelo público, independentemente dos resultados na pista. E, você há de convir, nem toda a audiência atual viu o Chevrolet #3 negro acelerando a caminho dos sete títulos.

Não por acaso, costuma ser ótimo garoto-propaganda, como no anúncio de sua principal patrocinadora, a seguradora Nationwide, em que brinca com a própria fama, dizendo que as pessoas o conhecem como o piloto da Nascar, mas, para seus funcionários, ele por vezes é o cara que pega o café, ou conversa sobre amenidades nos intervalos do trabalho.

Falando em anúncio, esse foi feito ano passado pela Goodyear e já foi motivo de post no blog, porque ficou de arrepiar. O texto fala dos pneus mas, quando você junta às imagens e pensa na trajetória do #88, vê que se encaixa perfeitamente no caminho do menino de Kannapolis até o topo. E fica aqui como uma homenagem a um, sem trocadilho, piloto mais do que adulto, mais do que o “filho de…”

“Eu fui feito nas sombras da grandeza.

Esculpido pelas mãos do legado.

Forjado no fogo da velocidade.

Fui desafiado, testado e provado.

Mas na pista ou fora dela,

a verdade é que você é feito daquilo que você faz”.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s